Tudo o que você precisa saber sobre o uso de drones na agricultura

Publicado por Renato Agrointeli

Regulamentado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) em 2017, o uso de drones na agricultura tem revolucionado a forma com que os produtores estão lidando com o campo.

E se engana quem pensa que esse tipo de tecnologia só está disponível para áreas de grande extensão.

Com o surgimento de programas facilitados e acesso a dados por celulares e computadores, a inovação está alcançando até mesmo os pequenos produtores rurais que querem transformar o seu negócio!

Com a vantagem de poder enxergar a lavoura de forma muito mais detalhada e profunda, esses dispositivos permitem o uso de novos tipos de manejos mais eficientes e assertivos, como a agricultura de precisão.

Além disso, se você está buscando por soluções para melhorar a gestão e a condução de sua fazenda, saiba que as informações que um drone pode oferecer fazem toda a diferença na hora da tomada de decisões.

Quer saber como o uso de drones na agricultura pode tornar o seu negócio mais lucrativo e produtivo? Então, continue a leitura e confira!

drones-na-agricultura

(Fonte: Freepik)

O que são drones e como essa tecnologia tem transformado o agronegócio

Em definição, os drones são quaisquer tipos de aeronaves que podem ser conduzidas de forma autoguiadas, sem a necessidade de um piloto presente. Em resumo, podemos definir esses aparelhos em dois grupos: os drones multi-rotor e os drones de asa fixa.

drones-na-agricultura-1

(Fonte: PixForce)

Os drones são conduzidos a distância, podendo ser comandados por pessoas ou por meio de orientações que são pré-programadas.

Como exemplo da segunda opção, podemos citar o uso de drones com dados de geolocalização, onde o GPS é quem guia o dispositivo de acordo com o objetivo pré-definido.

No caso de condução humana, a câmera de alta resolução é usada integrada ao drone para que seja possível coletar dados e transmiti-los instantaneamente para quem estiver guiando o aparelho.

Inicialmente, os drones foram criados com o objetivo de uso militar. A princípio, os dispositivos foram projetados para alertar perigos e ataques para qualquer tropa americana em tempo hábil para que eles pudessem se preparar.

A alta eficiência do aparelho em seus fins militares foi responsável pela expansão do uso em áreas civis, e, recentemente, rurais.

Em 2017 a ANAC divulgou as normas de utilização das aeronaves não tripuladas em campos de agricultura e pecuária. Criando, assim, uma grande janela de oportunidades para o uso dos drones na agricultura.

Com a liberação recente, ainda há muito o que se desenvolver e aperfeiçoar sobre essa tecnologia no ramo do agronegócio.

Por isso, vale a pena estar sempre antenado aos lançamentos e inovações que estão sendo cada vez mais estudados pelas empresas de tecnologia que estão de olho no avanço do agro.

Com a otimização dos processos, redução de custos e aumento da produtividade, o uso de drones na agricultura impactam diretamente o lucro para o produtor, fazendo valer a pena o investimento nessa tecnologia.

Principais usos de drones na agricultura

Mesmo ainda tendo muito potencial para ser expandido, o uso dos drones na agricultura já oferecem diversas vantagens para os produtores rurais.

Confira a seguir os principais benefícios que esses dispositivos podem trazer para o seu negócio:

Detectar a presença de pragas e doenças

O uso de câmeras integradas aos drones ajudará com que você entenda como nunca o que está acontecendo em sua lavoura.

Independente da extensão de sua área, o monitoramento e detecção de pragas e doenças através dessa tecnologia te poupará tempo e gastos com mão-de-obra.

Além disso, o uso de sensores acoplados torna esse monitoramento ainda mais eficiente e assertivo. Isso, porque, as imagens serão analisadas por um software, mostrando exatamente onde estão os danos ou insetos-praga no campo.

Isso reduz a chance de erros de amostragem e de ações tardias que representem perdas na produtividade de sua lavoura.

drones-na-agricultura-2

(Fonte: Freepik)

Se você já é adepto ao manejo integrado de pragas e doenças (MIP), o uso de drones deixará seus cuidados ainda mais fáceis e eficazes, ajudando na redução de custos com aplicação de defensivos e permitindo com que você entre com uma ação somente em locais onde haja risco de dano econômico.

Analisar o plantio

As imagens aerodinâmicas da propriedade podem auxiliar na tomada de decisões do pré ao pós plantio. A escolha da melhor área, por exemplo, pode ser feita com base nas análises de dados que o drone coletar sobre o solo e sua topografia.

As imagens são processadas e analisadas por sistemas de gestão integrados, que revelam características importantes de determinado local.

drones-na-agriculura-3

(Fonte: Aero)

Com isso, você poderá planejar melhor as épocas e até mesmo a cultura a ser implantada, buscando o melhor aproveitamento da área e dos recursos presentes.

Além de ajudar na demarcação do plantio, os drones também são úteis e eficientes para detectar qualquer falha que possa ter ocorrido nesse processo.

Desse modo, você poderá facilmente corrigir as falhas no plantio em tempo hábil, assegurando a produtividade e uniformidade de sua lavoura.

Monitorar a saúde da lavoura

Assim como é possível monitorar pragas e doenças, as novas inovações tecnológicas aliadas aos drones também estão facilitando o acompanhando do desenvolvimento da lavoura.

Sobrevoando a área regularmente, é possível verificar se as plantas estão se desenvolvendo como o esperado e se existem locais onde é necessário intervir.

Com análise de coloração ou uso de sensores infravermelhos, os softwares de gestão podem revelar se há talhões onde as plantas estão apresentando deficiências nutricionais ou outras necessidades.

drones-na-agricultura-4

(Fonte: Sensix)

A variação das características do solo, por exemplo, podem fazer com que determinada área apresente maior necessidade de irrigação que outra.

Ao identificar esse problema, você poderá fazer a correção somente nesse local, evitando desperdícios e reduzindo custos de produção.

Além disso, o monitoramento regular evita com que as ações de reparo sejam adotadas tarde demais. Ou seja, a produtividade e qualidade de sua safra estará mais protegida ao longo de todos os ciclos.

Orientar ações na agricultura de precisão

As vantagens citadas nos pontos anteriores são bons exemplos de funcionamento prático da agricultura de precisão.

Em resumo, essa técnica inovadora de manejo consiste em cuidar da lavoura de uma forma mais detalhada e minuciosa, reconhecendo as variações que podem ocorrer dentro de uma mesma plantação.

O uso de drones na agricultura viabiliza o sucesso dessa técnica que está sendo cada vez mais buscada pelos produtores.

Podendo olhar sua lavoura de maneira ampla e completa e avaliar cada talhão separadamente, você consegue aplicar correções somente onde é necessário.

Se parte de sua lavoura está sofrendo ataques de fungos, por exemplo, os drones ajudarão a localizar o problema e a aplicar soluções somente na área afetada, impedindo o avanço da doença e a aplicação de fungicidas de forma desnecessária em plantas saudáveis.

E vale ressaltar que, além de detectar pragas e doenças, alguns modelos mais recentes permitem a pulverização acoplada ao aparelho, possibilitando uma resposta rápida e eficiente.

drones-na-agricultura-5

(Fonte: Freepik)

Além de reduzir custos com insumos e mão-de-obra, você conseguirá aproveitar melhor os recursos naturais e o equilíbrio agroecológico da área, fazendo com que tudo isso reflita positivamente na margem de lucro final de sua safra.

Conduzir ao melhor aproveitamento da área e dos recursos presentes

Se você está no processo de implantação de uma nova área de lavoura ou pecuária, os drones são ideais para conduzir as ações buscando o melhor aproveitamento da propriedade.

Através das imagens aéreas é possível determinar a abertura de estradas e passagens para maquinários, além de conhecer o relevo e recursos presentes no local.

As imagens facilitam a identificação de fontes e nascentes de água, acompanhamento de áreas de pastagem, monitoramento e condução de animais e até mesmo análise de áreas de preservação permanente ou reserva legal.

drones-na-agricultura-6

(Fonte: Drone Images)

E, relembrando o objetivo inicial da criação desses dispositivos, os drones na agricultura também podem ser úteis no processo de vigilância de divisas e fronteira. Além de ajudar a identificar focos de incêndio e de desmatamento em áreas de grande extensão.

Ficou com alguma dúvida em relação ao uso de drones na agricultura e seus benefícios? Deixe o seu comentário abaixo!

 

Renato Borges

Filho e neto de produtor rural e sempre com a cabeça em tecnologia. Engenheiro de formação, criou a Agrointeli com intuito de democratizar a tecnologia no campo para pequeno e médio produtor rural.
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

Siga nos