Como Cultivar Soja e Milho em Consórcio - Agricultura do Futuro

Milho (Zea mays) e feijão (Phaseolus spp.) são um consórcio tradicional para os povos nativos das Américas. O feijão fixa o nitrogênio (N), enquanto o milho serve de suporte para as vagens. Segundo pesquisas recentes da Universidade do Texas, nos Estados Unidos da América, o milho apresenta maior produtividade quando cultivado com feijão; o feijão, porém, apresenta menor produtividade na mesma condição.

Quando o milho e a soja (Glycine max) são consorciados cada espécie cresce em um nível diferente e as suas raízes exploram diferentes profundidades, de forma que uma cultura não compete com a outra. O milho, nesse caso, deve ser semeado com maior espaçamento para permitir o crescimento da soja.

Passo 1:

Selecione uma área com, pelo menos, 3 x 3 metros, a pleno sol. Cubra o solo com uma camada de composto  (matéria orgânica “curtida”) de 5 a 7,5 mm e, em seguida, incorpore parte desse material.

Passo 2

Semeio o milho quando a temperatura noturna atingir 10°C. Marque as linhas de plantio de forma que o espaçamento entre elas fique em 0,8 m. Dentro das linhas, faça covas rasas de 25 cm de diâmetro a cada 0,8 m (espaçamento entre plantas). Faça o coveamento de forma que elas formem um padrão de losangos. Plante de quatro a seis sementes de milho a 4 cm de profundidade em cada cova e a irrigue em seguida.

Passo 3

Faça o desbaste de cada cova quando as plantas começarem a crescer, deixando apenas os dois indivíduos mais vigorosos.

Passo 4

Plante a soja quando o milho alcançar 10 cm de altura, quatro sementes a 2,5 cm de profundidade em cada cova, a cerca de 7,5 cm de distância das plantas de milho. Irrigue a cova em seguida.

Passo 5

Irrigue as plantas sempre que a camada superior do solo, correspondente a 5 cm, estiver seca. Evite manusear ou colher a soja quando as plantas estiverem molhadas. Remova as plantas daninhas regularmente durante o crescimento das culturas.

Passo 6

Faça a adubação de cobertura quando o milho atingir 30,5-45,5 cm de altura. Aplique de 1,8 a 2,3 kg do fertilizante 10-10-10 (N-P-K) em uma área equivalente a 3 x 3 m, ou 4 L de composto (esterco “curtido”) na base das plantas.

Passo 7

Colha a soja quando as vagens estiverem verdes, rechonchudas e com cerca de 5 a 7,5 cm de comprimento. Puxe cuidadosamente as vagens da planta e descasque-as, dividindo-as ao meio, extraindo o grão verde.

Passo 8

Colha o milho quando os grãos estiverem bem formados e uma substância leitosa aparecer sempre que um deles for esmagado pela unha do polegar. Segure a espiga e puxe-a firmemente para colhê-la.

Você Precisará De:

  • Composto ou esterco “curtido”

  • Garfo

  • Sementes de milho

  • Sementes de soja

  • Enxada

  • Fertilizante: 10-10-10 (opcional)

  • Dicas extras

1. Em climas úmidos, o milho e o feijão podem ser plantados em montículos e não em covas.

2. Sistemas inteligentes, baseados em monitoramento de talhões com algoritmos personalizados, já existem. Eles permitem o acompanhamento remoto de áreas em consórcio que, justamente por serem mais complexas, precisam de um acompanhamento especial de pragas, umidade do solo e dados climáticos. Trabalhar com agricultura de precisão é ter a variabilidade e a diversidade como diretrizes. Dessa maneira, mapas de colheita, imagens de satélites, índices de vegetação da diferença normalizada e dados de solo permitem a adequação do manejo e uma aplicação inteligente da nutrição e da fitossanidade. Saiba mais sobre agricultura 4.0 em nosso artigo aqui.

Até!

Conteúdo produzido por: CEO da Agrointeli

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

Siga nos